[SANTIAGO] A day at the Races

4/14/2007 04:03:00 PM / Posted by Daniel Alonso /

A última sexta foi um dia de celebração, um dos projetos que trabalho na LAN esta indo muito bem e meu chefe levou a equipe para comemorar...nas corridas de cavalo! Meu chefe é viciado em corridas de cavalo, algo meio estranho para alguém de 30 anos, e ele nos ensinou tudo no mundo maravilhoso das corridas, que no final era algo bem divertido.
Saímos mais cedo (as 16hrs, não TÃO cedo) e fomos para o Clube Hipico de Santiago, onde tínhamos uma reserva na ala dos sócios, que ficava no 5o andar do clube com uma vista magnifica para a pista.
Como todos os clubes de cavalo hoje em dia, o lugar tinha um ar de decadência, um luxo antíguo misturado com o descaso de hoje pelas corridas. Mesmo assim encontramos muita gente por ali vendo os cavalos, obviamente a grande maioria velhinhos com os olhos voltados para o guia das corridas e as inúmeras TVs que tinham no local.

Acho uma pena essa decadência dos Jockeys porque são lugares magníficos, sempre com boa localização e com uma arquitetura antigua muito bonita.

O Clube Hipico de Santiago podia tentar renovarse como o Jockey Clube de SP, reformando as alas de socios e os restaurantes, atraindo gente que não se interesse pelos cavalos mas sim pelo ambiente e pela vista.

O Clube tem um total de 17 corridas por dia, sempre com 8 a 14 cavalos, que ficam ali no própio clube em suas coxeiras do lado de trás.

Também no clube há uma estatua famosa representando um indio mapuche com seu cocar e seu arco-e-flecha... o unico detalhe é que os indios mapuche não usavam cocares nem arco-e-flechas...

Edit: O Joca deixou mais informações sobre o indio nos comentários:

"Esse índio é de lugar nenhum e está em todo lugar. Há uma outra escultura dessa no cerro Santa Lucia. Em minha última visita ao Chile, pude ver o modelo dela em uma exposição no Instituto Cultural de Providencia (metrô Pedro Valdivia - www.proviarte.cl). Segundo me foi contado, o modelo foi feito para um concurso promovido pelos EEUU para uma escultura que representasse o índio norte-americano. A peça não venceu, dentre outras coisas pq também possui elementos que não são característicos do índio norte-americano. Depois de um tempo, voltou para Santiago e, pelo visto, agora povoa a cidade. Foi o que me contaram.
A exposição, muito boa, faz uma visão panorâmica da escultura no Chile e está aberta até 24/10/08."

Chegamos na 7a corrida e fizemos apostas em todas as corridas, o melhor era que podia apostar muito pouco, 100 pesos pra cima (50 centavos de real), e no final das corridas eu ganhei 900 pesos e perdi 3000.

Bom, pelo menos a comida foi por conta da LAN.

Labels: , ,

2 comments:

Comment by emilio on 4/15/2007 12:40 AM

esse é um programa que eu quero fazer na proxima ida a santiago.

Joca Simonetti on 10/16/2008 10:41 AM

Esse índio é de lugar nenhum e está em todo lugar. Há uma outra escultura dessa no cerro Santa Lucia. Em minha última visita ao Chile, pude ver o modelo dela em uma exposição no Instituto Cultural de Providencia (metrô Pedro Valdivia - www.proviarte.cl). Segundo me foi contado, o modelo foi feito para um concurso promovido pelos EEUU para uma escultura que representasse o índio norte-americano. A peça não venceu, dentre outras coisas pq também possui elementos que não são característicos do índio norte-americano. Depois de um tempo, voltou para Santiago e, pelo visto, agora povoa a cidade. Foi o que me contaram.
A exposição, muito boa, faz uma visão panorâmica da escultura no Chile e está aberta até 24/10/08.

Postar um comentário