[SANTIAGO] La playa negra

2/10/2007 11:33:00 AM / Posted by Daniel Alonso /

No fim de semana passado fui fazer um bate-e-volta com uns amigos para conhecer outra praia do Litoral Chileno, Santo Domingo.

A cidade fica ao sul de Viña Del Mar, um pouco mais perto de Santiago. É uma praia mais de famílias e condomínios da classe média alta chilena. Nota-se claramente isso quando chega na cidade, é casa atrás de casa (não tem prédios) todas com lindos jardins e bem cuidadas, também há uma incrível falta de restaurante, bares ou coisa que o valha na cidade... é praticamente um condomínio.

Fomos então para a praia que fica localizada no fim de uma descida, característica dominante na costa do Chile, quase todas as praias ficam espremidas entre a pré-cordilheira e o mar, algo que resultou em uma arquitetura curiosa e bonita, onde os prédios são construídos em degraus, onde o andar de cima fica mais atrás do andar de baixo, o que cria amplas varandas para cada andar.


O aspecto mais impressionante de Santo Domingo é a cor da areia, é incrivelmente escura, chega a parecer que você esta se deitando em um monte de carvão. Sinceramente acho melhor uma areia clara, tanto pela beleza como também pelo conforto, porque quando chegamos na praia o tempo estava nublado e a areia estava extremamente quente, imagino que num dia ensolarado deve ser praticamente caminha sobre brasas....

O interessante da viagem foi a busca por comida, pois como disse anteriormente não havia nenhum local a simples vista, perguntamos para um local que nos recomendou o restaurante de um hotel. Chegando no hotel havia um casal comendo e um garçom, que apareceu depois de muita procura, servindo. Perguntamos pro garçom o que tinha para comer e ele foi chamar o "chef", que nos olhou dos pés a cabeça...

OBS: Estavamos na moda "praia", bermuda e regata, o que não é tradicional no Chile, pois mesmo na praia eles vão de calça e camiseta comer no restaurante. Sunga então nem pense em colocar, nem na praia!!

...e nos disse que só havia um prato: GOULASH!

Após pensar por dois minutos decidimos que a especialidade alemã não era o prato mais recomendável na praia, procuramos mais e finalmente encontramos um lugar para comer, com serviço bahiano (sem pressa!), mas com uns pescados bons.

Logo depois paramos para comprar uns morangos na beira da estrada (os quais me trouxeram agradáveis horas de meditação no banheiro) e fomos embora.

Labels: , ,

0 comments:

Postar um comentário